top of page

Anjos no céu e na terra.

Minha irmã percebeu algo estranho com a minha pessoa (alma), mediu a minha pressão e constatou febre.


Meu filho e minha nora me levaram ao Laboratório e foi constatado Positivo para Corona.


Medicado no Posto da Convid em Ilha Comprida/SP, fiz o tratamento por 14 dias, como não estava melhorando, fui transferido para o Hospital São João em Registro com muita falta de ar e baixo saturamento.


No Hospital São João, encontrei muitos anjos bons (médicos, enfermeiros, terapeutas, etc...) que cuidavam de minha vida com muita dedicação.


Entrei na UTI e logo sai.


Fui para sala de espera, onde me diverti.


Todos estavam alegres por ter escapado do vírus e iam embora.


Cada pessoa, uma história, uma vida alegre, uma vitória vencida.


Me perguntaram: Elizeu, quem é você?


Sou professor de música e estudo piano.


Todos se alegram mais ainda.


Os enfermos e os enfermeiros pediram que eu menciona-se uma música.


Veio na minha cabeça Elton John.


Eles ligaram os celulares e começaram a ouvir, cantar e dançar.


No outro dia soube que eu teria que voltar a UTI, porque a saturação não estava boa.


Todos ficaram triste e falaram Elizeu nos vamos orar por você, tenha fé e paz.


Voltei para a UTI e melhorou o quadro após tratamento com terapias e oxigenação.


Sai dali e fui para a enfermaria.


Medicação todo o dia e noite, de meia e meia hora.


Não conseguia dormir por tinha que usar o papagaio para urinar.


O quadro se agravava, mas matinha a calma, pois queria sair dali bom.


Orava, cantava, recitava, chorava, mas queria sair dali bom.


Tudo vira irmão.


Um consolando o outro pela sua recuperação.


Não pensei na morte e sim em ficar bom.


Um dia fracassei e perguntei para enfermeira eu vou morrer?


Ela me disse: O único que sabemos que vai morrer é o peru, na véspera do Natal.


Você esta bem!


Continuou as terapias e os remédios diminuíram.


Antes tomava banho e as necessidades na cama.


Comecei a ir no banheiro com ajuda dos enfermeiros.


Comecei a andar e já ia sozinho, mas devagar e com oxigênio.


A terapeuta mencionou: Elizeu tira esse cateter que já desliguei ele desde manhã.


Não precisando do oxigênio, fazia todas as coisas sozinho.


Os anjos (médicos, enfermeiros e terapeutas, ) em minha volta como um coro musical cantaram: Elizeu, o seu quadro é bom e vai para a sala de saída.


Na sala de saída, fiquei com outro irmão de nossa Igreja e ali conversávamos muito sobre a obra de Deus e a nossa vitória alcançada.


Meu irmão e sobrinho foram me pegar no hospital e sai andando feliz pela vida que Deus me deu.


Se Deus me livrou da morte é porque tenho que melhorar o que eu comecei a fazer.


Vou me dedicar a minha família, alunos, professores, grupo de lideres, amigos, estudos até o tempo que findar o tempo e esse pertence a Deus.





12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page