Instrumentos de Sopro- Madeiras

Madeiras

Madeiras

Familia das madeiras - Orquestra

Banda Musical

Banda Musical

Assim denominados porque, nestes instrumentos, o som é produzido pela emissão de ar dentro de um tubo. ​ A altura do som depende do tamanho e da temperatura do tubo e pode ser regulada pela abertura ou pelo fechamento dos orifícios existentes ao longo do tubo. Podem ser feitos de madeira ou de metal. Entre os primeiros, temos a flauta e o flautim, tradicionalmente incluídos no grupo das madeiras, embora atualmente sejam fabricados em metal, o oboé, o clarinete, o clarinete-baixo, o corne-inglês,

Louise- Flauta Transversal.

Louise- Flauta Transversal.

Um dos instrumentos mais antigos, a flauta transversal, utilizada regularmente na moderna orquestra sinfônica, surgiu no século IX, antes de Cristo, provavelmente na Ásia. Introduzida na Europa ocidental através da cultura bizantina, no século XII depois de Cristo, era geralmente associada à música militar.​ Somente na segunda metade do século XVII é que passou a integrar a orquestra. A moderna flauta transversal nasceu das transformações operadas no antigo instrumento pelo alemão Theobald Boehm

Flauta doce

Flauta doce

Com freqüência é conhecida como flauta de bico, por tradução direta de seu nome francês: flût a bèc. Bastante utilizada em orquestras que utilizam os chamados instrumentos originais, com a recuperaçãao da música do passado, em especial do período barroco.​ São construídas de madeira, como no passado, com a sua forma ligeiramente cônica e a sua parte mais estreita para o final. No extremo superior, têm um corte chanfrado reto, pelo qual o intérprete sopra através da boquilha, com o instrumento co

Oboé

Oboé

Instrumento antiqüíssimo, o tipo utilizado hoje nas orquestras sinfônicas surgiu na França, na segunda metade do século XVII, a partir do desenvolvimento das charamelas medievais e renascentistas. Os primeiros modelos foram fabricados pelos franceses Jean Hotteterre e Michel Philidor, e eram usados pelos músicos da corte de Luís XIV.​ A forma do moderno oboé, data do período de Haydn e Mozart, embora tenha sofrido algumas importantes modificações no decorrer dos séculos XVIII e XIX, como, por ex

Corne-Ingles

Corne-Ingles

​De estrutura semelhante à do oboé, distingue-se deste pelo tubo mais longo e por um esférico pavilhão em forma de pera. Desenvolveu-se a partir do oboé de caça, no século XVII. A origem do nome é desconhecida.​ De timbre suave, soa uma quinta abaixo do oboé e é próprio para melodias tristes e melancólicas. Embora Haydn e Beethoven tenham escrito obras para este instrumento, suas potencialidades só foram amplamente desenvolvidas por Berlioz, Wagner e Dvorák. O corne-inglês não é utilizado com mu

Clarineta

Clarineta

Surgiu no final do século XVII, a partir do aperfeiçoamento da charamela, levado a cabo por Johann Christopher Denner, conhecido fabricante de flautas de Niremberg. No século seguinte, passou a integrar a orquestra sinfônica. Por volta de 1840, atingiu sua estrutura definitiva, com a introdução do sistema de chaves de Theobald Boehm, que já havia sido aplicado com sucesso na flauta.​ Ao logo dos tempos, foram criados clarinetes de dimensões e timbres variados.

Fagote

Fagote

Uma pessoa que vá assistir a uma orquestra sinfônica se depara com um grande número de instrumentos diferentes entre si. Mesmo o freqüentador mais assíduo tem, por vezes, dificuldades em identificar alguns deles, devido à diversidade de tamanhos, formas e nuances... Um desses instrumentos que chama a atenção (fica muitas vezes escondido no meio da orquestra) é o FAGOTE: um instrumento de forma um tanto exótica, na maioria das vezes vermelho, parecendo-se com um enorme tubo revestido de chaves.

Saxofone - Soprano

Saxofone - Soprano

Criado em 1840 pelo belga Adolphe Sax, o saxofone é o único entre os sopros de metal que possui palheta. Constitui-se de um tubo cônico com cerca de 24 orifícios controlados por chaves, que permitem a produção dos diferentes sons do registro do instrumento. Esse tubo termina num pavilhão largo, voltado para cima.​ Existem 7 tipos: - sopranino – afinado em mi bemol; - soprano – afinado em si bemol; - contralto – afinado em mi bemol; - tenor – afinado em si bemol; - barítono – afinado em mi bemol;